Primeiros Passos

Cidadania Italiana Trentina

Saiba como estão os processos de cidadania italiana trentinos

“O reconhecimento da cidadania italiana aos descendentes de pessoas nascidas nos territórios pertencentes ao Império Austro-húngaro não é mais permitido desde 19/12/2010. Aqueles que já solicitaram a cidadania italiana anos atrás, seus processos estão parados em Roma aguardando análise das certidões.”

A região conhecida hoje como Trento Alto Adige foi dominada durante anos pelo Império Austríaco e depois pelo Império Austro-Húngaro até 16/07/1920.

Durante este período um movimento de italianidade e nacionalismo cresceu nesta região que abrangia desde o plano cultural até o linguístico.
 
Assim, com a derrota do império Austro-Húngaro foi assinado um tratado que definiu o novo mapa territorial da Região do Trentino Alto Ádige, e a partir de 16/07/1920 as províncias de Trento, Bolzano, Gorizia passaram a pertencer ao então Reino da Itália.

Os habitantes da Região do Trento passaram a ser considerados italianos, mas sem a cidadania italiana reconhecida. Seus descendentes depois de alguns movimentos para alertar o Governo Italiano ao problema, conseguiram uma lei que permitia o reconhecimento da cidadania italiana.

Durante 10 anos (2000 – 2010) a lei italiana permitiu que os descendentes de trentinos solicitassem o reconhecimento da cidadania italiana por meio dos Círculos Trentinos no Brasil.

Os trentinos que solicitaram o reconhecimento da cidadania italiana antes de 2010 ainda podem obter o reconhecimento da cidadania italiana. O monitoramento dos processos solicitados em Santa Catarina e Paraná pode ser feito pelo telefone (41) 3222-9033 ou e-mail [email protected]

Alguns processos já foram deferidos pelo Consulado Italiano de Curitiba e aguardam o Cadastro AIRE dos requerentes. 

A Ferrara Cidadania Italiana não oferece assistência para os processos trentinos, mas presta o serviço para o Cadastro Consular AIRE para aqueles que têm o processo já deferido.